O peso das redes sociais nas empresas em Portugal

O Facebook, o Linkedin e o Skype são usadas diariamente por empresas com mais de dez pessoas para comunicar com parceiros, clientes e fornecedores.

As redes sociais estão a ser mais utilizadas nas empresas nacionais. Mais de metade das empresas em Portugal recorreram este ano às plataformas para estabelecerem relações com clientes, fornecedores ou parceiros de negócios. É uma subida significativa face aos 38% que tinham sido registados em 2015.

Os números foram divulgados nesta segunda-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) e fazem parte de um relatório anual sobre a utilização de tecnologias de informação nas empresas.

Os dados mostram que são as empresas maiores aquelas que mais recorrem a redes sociais, como o Facebook, o Skype e o LinkedIn, que é uma plataforma especializada em relações profissionais. Nas empresas com mais de dez funcionário até 49 funcionários, são 43% as que disseram recorrer a estas ferramentas. Já no caso das que têm mais de 250 pessoas, este valor sobe para 68%. Para além disto, os sites de partilha de vídeos ou fotografias (como o YouTube, Vimeo) são usados por 36% das empresas.

As redes sociais podem ser usadas pelas empresas de várias formas. O Facebook permite direccionar a publicidade para um determinado publico, mas tem também vindo a apresentar várias funcionalidades de comunicação com clientes. O LinkedIn tem várias ferramentas para empresas que estão a recrutar, mas também permite publicar artigos e pode servir para apresentar novidades, como novos produtos.

O INE revelou também que quase três quartos das pessoas entre os 16 e os 74 anos já usaram a Internet e que os telemóveis são o principal dispositivo de acesso a estas aplicações, usados por 78% dos inquiridos. O computador é usado por 73%.

Leave a comment