Fique a conhecer o Microsoft Surface Book 2

Quando se fala em produtividade no mundo dos computadores pessoais é inevitável falar da Microsoft. O Surface Book 2 foi lançado em meados de outubro passado como uma solução de alto desempenho e uma enorme versatilidade, dirigida a estudantes, criativos e produtores de conteúdos digitais.

Características gerais

O Surface Book 2 abriu uma possibilidade interessante para o universo Surface: dois tamanhos de ecrã, adaptando-se ainda melhor às exigências e necessidades de cada utilizador. Assim, o Surface Book 2 está disponível com 13,5″ ou 15″. Estes ecrãs contam ambos com a tecnologia PixelSense, com uma capacidade de resposta ao toque ainda mais rápida, e apresentam uma proporção de [3:2]. A diferença encontra-se na resolução: o de 13,5″ tem 3000 x 2000 píxeis e o de 15″ tem 3240 x 2160 píxeis. O modelo em testes foi o de 13,5″.

Em termos de configurações, o Surface Book 2 13” encontra-se disponível com um processador de 7ª Geração Intel Core i5-7300U e uma GPU Intel HD Graphics 620 e com 256 GB de armazenamento e 8 GB de RAM. Há depois o Surface Book 2 13” já com processador de 8ª Geração Intel Core i7-8650U e GPU NVIDIA GeForce GTX 1050 (com 2 GB de memória), sendo que, neste caso, está disponível com 8 GB + 256 GB, 16 GB + 512 GB e 16 GB + 1TB. O modelo Surface Book 2 15” está disponível com processador de 8ª Geração Intel Core i7-8650U e GPU NVIDIA GeForce GTX 1060 (com 6 GB de memória), com 16 GB + 256 GB, 16 GB + 512 GB e 16 GB + 1TB.

O modelo de 13,5″ contém uma bateria de 75WHr e o de 15″ uma de 80WHr, segundo a marca, estas baterias terão uma autonomia para 17 horas de reprodução de vídeo em modo PC e 5 horas em modo tablet. Em modo PC, esta autonomia, em termos práticos traduz-se me cerca de 8 horas.

Design

A partir daqui o texto passa a incidir exclusivamente no Surface Book 2 de 13,5″ e vamos começar pelo design.

O Surface Book 2 segue as mesmas linhas do seu antecessor Surface Book apresentado em outubro de 2015. A construção é integralmente em metal com acabamento escovado, com um peso que ronda os 1,6 kg. Parte ainda do mesmo conceito, um super computador que é também um super tablet Windows, dada pelo pela separação do teclado e do ecrã.

Um PC, um tablet

O Surface Book 2 tem uma dobradiça com as ligações para acoplar o ecrã ao teclado, ela ligação faz com que seja possível colocar o teclado em diferentes posições adaptando-se a diferentes tipos de tarefas:

O teclado tem a configuração padrão, no entanto, inclui um botão extra para que o ecrã possa ser retirado em segurança. Este mesmo botão está presente no ecrã, junto ao relógio na barra de tarefas. Ao carregar no botão é desencadeado o desbloqueio do ecrã precedido de uma mensagem.

Na zona do ecrã existem os botões de power e volume, acima do ecrã do lado esquerdo, e na lateral direita encontra-se o jack de áudio de 3,5mm. Em volta do ecrã existe a típica grelha de respiração e mesmo ao lado do ecrã estão posicionados os dois altifalantes que fazem uma reprodução em stereo com Dolby Audio muito envolvente.

Este Surface inclui ainda, a câmara frontal de 5 MP e a câmara para autenticação do Windows Hello, e uma câmara traseira de 8 MP. Na traseira ainda é visível o logo da Microsoft espelhado.

Ecrã e Surface Pen

O ecrã de 13,5″ tem uma resolução de 3000 x 2000 píxeis. A qualidade é soberba ao nível de cores, contraste, definição e ângulos de visão, revelando-se ideal tanto em trabalho quanto em lazer. Este é tátil e na interação com o toque do dedo não há nenhuma falha a apontar.

O ecrã e a Surface Pen surgem renovados, tal como indica a marca. Nós não testámos o modelo anterior para podermos fazer uma comparação, no entanto, existem aspetos inegáveis e que não necessitam de qualquer termo de comparação. Escrever no ecrã do Surface Book 2 é o mesmo que pegar na caneta e escrever num papel!

Veredicto final:

Microsoft Surface Book 2 – Nota final: 9

DESIGN: 9/10

QUALIDADE DE CONSTRUÇÃO: 10/10

DESEMPENHO: 8/10

ECRÃ: 9/10

AUTONOMIA: 9/10

PRÓS

Autonomia

Produtividade

Versatilidade (PC/tablet)

CONTRAS

Não inclusão da Surface Pen

Ecrã abana com toque, ligado ao teclado

Leave a comment